VIVAbem

Page tools
Imprimir
Favorito   
Exibir no

Cuide bem do seu corao

O corao um rgo vital para o ser humano, afinal, ele responsvel por bombear o sangue que percorre por todos os tecidos do organismo, levando os nutrientes necessrios para que tudo funcione bem. Por isso to importante cuidar bem do corao, evitando assim riscos de doenas que podem comprometer o seu funcionamento e, em casos mais graves, colocar em risco a vida do indivduo. 

Um estudo publicado no final de 2007, na revista cientfica The Lancet, revelou que a grande maioria dos ataques cardacos pode ser prevista por nove fatores, possveis de preveno e tratamento. Entre eles esto: fumo, colesterol elevado, hipertenso, diabetes, obesidade, estresse, baixo consumo de frutas e vegetais, falta de exerccios fsicos e consumo de lcool. Batizado de Interheart, o trabalho foi realizado por instituies canadenses que avaliaram 29 mil pessoas de 52 pases. Todos estes nove pontos correspondem a 90% dos riscos de ataques do corao.

 

 

Uma questo de mudana de hbito

Para manter a sade do corao em dia, algumas mudanas de atitudes so essenciais:

- evite os fatores que elevam os riscos de desenvolver problemas cardacos tabagismo, altos ndices de colesterol, diabetes, consumo excessivo de lcool, dentre outros.

- pratique atividades fsicas regularmente.

- mantenha uma alimentao balanceada, rica em nutrientes, evitando o consumo excessivo de alimentos que apresentem alto teor de gordura e acares.

Se esses hbitos j fazem parte da sua rotina, o risco de ocorrncia de doenas cardacas reduzido, e voc ainda goza de mais sade e qualidade de vida. Mas, alm dos hbitos saudveis, a realizao de um check up completo anualmente tambm fundamental, para que o mdico possa avaliar mais a fundo se realmente est tudo certo com a sade do corao.

No check up, o mdico far uma primeira avaliao clnica e solicitar exames mais complexos, para diagnosticar se est tudo bem. Se os resultados forem normais, no significa que hora de relaxar, afinal, a preveno deve ser contnua, para que, ao longo dos anos, estes resultados se mantenham.

No caso de um diagnstico no muito animador, preciso manter a calma e seguir as recomendaes do mdico. Em alguns casos, apenas a mudana de hbitos pode ser suficiente para restabelecer a sade do organismo. Nos casos em que as taxas de LDL, glicemia e presso arterial estiverem muito elevadas, porm, alm da mudana de estilo de vida, o mdico tambm recomendar o uso de medicamentos especficos para normalizar esses ndices, que representam um risco para a sade do corao.


Alimentos amigos do corao

Confira dicas de alimentos que so aliados de uma dieta saudvel no combate aos problemas cardacos:

-Peixes: ricos em mega 3, uma gordura boa e que pode evitar a formao de placas que obstruem as artrias. Recomenda-se o consumo de pelo menos trs vezes na semana.
-Frutas e verduras de cores fortes: ricas em antioxidantes e podem prevenir a doena cardiovascular. Recomenda-se o consumo dirio.
- Fibras: ajudam a prevenir o colesterol total. Seja nos pes, arroz e massas integrais ou adicionando farelo de aveia ou de trigo e linhaa nas preparaes.
- Castanhas, amndoas ou nozes: ajudam a reduzir dos ndices de LDL (mau colesterol) e da presso arterial. Recomenda-se consumo dirio moderado.
- Leite e derivados: prefira as verses desnatadas, que possuem menos gordura e protegem as artrias. Recomenda-se consumo dirio.
- Feijo, ervilhas, lentilhas, soja, gro de bico): so importantes fontes de fibras. Recomenda-se consumo dirio.
- Chocolate: tambm pode ser consumido, mas com moderao. O seu consumo no deve ultrapassar 30g/dia e deve-se preferir o do tipo amargo que possui antioxidantes que vo proteger o corao.

muito importante tambm manter uma boa ingesto de lquidos, em torno de 8 copos ou 2 litros por dia.

 

 

Atividades fsicas: benefcios comprovados no s para a sade do corao, mas tambm do corpo e da mente!

Hoje sabe-se que o baixo nvel de atividade fsica (sedentarismo) um importante fator no desenvolvimento de doenas crnico degenerativas, como obesidade, diabetes tipo II, hipertenso arterial, angina/infarto do miocrdio e osteoporose. Inversamente, a atividade fsica isoladamente pode reduzir o risco de desenvolvimento dessas doenas crnicas, alm de aumentar a expectativa de vida e evidente melhor controle do peso corporal. 

Constataes recentes tm demonstrado que estes benefcios ocorrem mesmo entre os indivduos sedentrios ou incapacitados e que se tornaram mais ativos, e nos idosos, que passaram ter uma vida fisicamente independente com menor risco de quedas, melhor estado de humor, aliviando os frequentes sintomas de depresso e ansiedade, enfim elevando os padres de sade e qualidade de vida dessa crescente populao.

Mas, lembre-se: o respeito aos limites algo que deve ser sempre considerado na hora de praticar qualquer atividade fsica. Antes de iniciar, faa uma avaliao mdica previamente e mantenha os limites indicados pelo mdico durante a prtica. 

Como regra geral, a Sociedade Brasileira de Cardiologia recomenda a prtica de exerccios aerbicos 4 vezes por semana, em torno de 60 minutos por dia. Durante ou aps a prtica da atividade, caso ocorram sintomas como falta de ar, dores no peito ou costas, tonturas, palpitaes ou outras manifestaes fora do habitual, procure o seu mdico.

 

 

Sinais que podem indicar a ocorrncia de problemas cardacos

Os problemas cardacos podem apresentar sintomas mais agudos ou bastante sutis. Fique atento aos sinais abaixo pois, caso ocorram, hora de ir rapidamente para o pronto atendimento. Quanto mais rpido o paciente for atendido, maiores as chances de se evitar sequelas e de ter sucesso no tratamento.

Confira os sintomas:

- Tontura, fadiga, suor em excesso, aumento da frequncia cardaca, nusea ou vmitos;

- Dor torcica intermitente, que pode irradiar para as costas, ombros braos e pescoo;

- Sensao de peso e aperto no peito;

- Lbios, mos ou ps com aspecto azulado.

 

 

Novos tratamentos

A doena do corao a que teve mais avano na rea de tratamento nos ltimos anos. Agora, somente uma pequena populao de pacientes cardacos precisa passar pela cirurgia de revascularizao (operao que abre o trax para colocao de pontes de safena ou mamria).

O que mais se usa, atualmente, para corrigir a aterosclerose (entupimentos de artrias) a angioplastia feita com a ajuda de um cateterismo. O mtodo restabelece o fluxo sangneo nas reas do msculo cardaco que deixaram de receber sangue adequadamente. No procedimento, o mdico consegue desobstruir o vaso e ainda tem a opo de colocar um stent (um tipo de mola), evitando que a placa de gordura volte a entupir a artria, dependendo do caso.

 

 

Fontes: www.einstein.com.br

              Sociedade Brasileira de Cardiologia www.cardiol.br