VIVAbem

Page tools
Imprimir
Favorito   
Exibir no

Conhecendo melhor o Diabetes

O diabetes mellitus (DM) um grupo heterogneo de doenas metablicas, causada pela deficincia na produo ou ao da insulina, hormnio gerado pelo pncreas e responsvel por transportar a glicose para dentro das clula com o objetivo de gerar energia.

considerado um dos mais srios problemas de sade pblica, tanto em termos de nmero de pessoas afetadas, incapacitaes, mortalidade prematura, como dos custos envolvidos no seu controle e no tratamento de suas complicaes. Estima-se que no Brasil existam mais de 12 milhes de pessoas portadoras do diabetes, de acordo com dados do CENSO-IBGE 2010. Um nmero bastante alarmante e preocupante.
 
Os dois principais tipos de diabetes so o tipo 1 e o tipo 2. O diabetes tipo 1 representa 5 a 10% de todos os casos diagnosticados de diabetes. Caracteriza-se por deficincia absoluta na produo de insulina decorrente, na maioria dos casos, de uma destruio autoimune das clulas do pncreas. A insulinoterapia constitui o pilar do tratamento do DM1 e deve ser associada a uma dieta alimentar adequada e prtica regular de atividade fsica. Alm disso, o portador de diabetes deve fazer a automonitorizao glicmica diria (medida de glicose na ponta de dedo) de acordo com orientao mdica e tipo de tratamento insulnico.

J o diabetes tipo 2 ocorre em 85 a 90% de todos os casos,  em geral aps os 40 anos de idade. Os principais fatores de risco para o desenvolvimento desse tipo de diabetes so: obesidade, histrico familiar, idade acima de 45 anos, diagnstico prvio de intolerncia glicose, hipertenso arterial (HA), alteraes de colesterol e triglicrides (dislipidemia), tabagismo, mulher com passado de diabetes gestacional. O tratamento inclui medicamentos orais e insulina em alguns casos, alm de alimentao saudvel e balanceada, atividade fsica regular, controle do peso e das demais patologias (hipertenso arterial, dislipidemia).

O bom controle da glicose imprescindvel na preveno das complicaes do diabetes e isso j foi comprovado em vrios estudos clssicos na literatura mdica sobre o diabetes.

 

Como se prevenir?

Ter um estilo de vida saudvel a melhor maneira para a preveno do diabetes. Praticar exerccios fsicos trazem inmeros benefcios. Estimulam a produo de insulina, aumentam a capacidade dos msculos de absorver a glicose, diminuem a gordura corporal e previnem complicaes associadas doena. Alm disso, uma dieta saudvel e sem excessos de acar tambm previne o aparecimento do diabetes.

Para o paciente que diagnosticou a doena, so necessrios alguns cuidados. Medir a glicemia diariamente, para os pacientes que usam insulina, extremamente importante para o controle da glicose no organismo, alm de tomar os medicamentos adequados. A atividade fsica regular e o reajuste dos hbitos alimentares do diabtico tambm auxiliam na preveno de complicaes agudas.

necessrio evitar alimentos que contenham acar e carboidratos simples. Bolos, biscoitos, chocolates e batata cozida, por exemplo, devem ser evitados na dieta do diabtico. So recomendados os carboidratos complexos, ricos em fibras e protenas. So encontrados em verduras, legumes, nas oleaginosas castanha, noz, avel -, em leguminosas como lentilha, ervilha, gro-de-bico e cereais integrais como a aveia.

A educao em diabetes de extrema importncia, uma vez que fornece informaes e conhecimentos adequados sobre essa doena. No s o paciente precisa ser educado, mas tambm seus familiares e as pessoas que convivem com ele, proporcionando auxlio e suporte necessrios para um bom tratamento.

 

Sobre o Dia Mundial do Diabetes

O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela International Diabetes Federation (IDF) em parceria com a Organizao Mundial da Sade (OMS), como uma resposta ao crescente nmero de casos em todo o mundo. O objetivo desta data chamar a ateno, sobretudo no que diz respeito ao acesso sua preveno e tratamento adequados e de qualidade para evitar complicaes mais severas, reduzindo o impacto sobre os indivduos, famlias e custos para os sistemas de sade e para a sociedade em geral.

 

 

Texto editado e revisado pela mdica endocrinologista da Abeb, Dra. Amanda Souza.